Tarefas do fim de semana: Parcialmente cumpridas!

>> terça-feira, 23 de junho de 2009


Queridas brides-to-be,

Apesar desse probleminha com a data que, infelizmente, ainda não está resolvido, os preparativos não podem parar!
Quando descobrimos esse detalhe das eleições no dia seguinte ao casório, ficamos apreenssivos e chateados, porque não vimos outra saída, senão, mudar nossa data.
Mas, ontem, depois que li o último post com calma, acabei chegando à conclusão de que foi melhor assim. A gente bobeou feio nessa questão da data. Como é que a gente não pensou das Eleições, numa família onde isso é tão importante? Uma belíssima de uma mancada!
Mas, enfim, ainda bem que percebemos o erro agora! Imagina se tivesse passado totalmente despercebido, e só fôssemos nos dar conta disso daqui 6 meses? Buffet contratado, fotógrafo, cerimonialista, doces, Save the date prontos etc, etc, etc... Seria bem pior conseguir remanejar tudo! Graças à Deus foi agora. Mais uma prova de que Deus ajuda as noivinhas!! rs

Problemas calendários à parte, o resto continua tudo ok! E, como prometido, vou contar as resoluções do sabadão:

- Primeiro, infelizmente, o noivo não conseguiu conhecer a Casa de Santa Teresa, como havíamos planejado. Mandei um e-mail para a Sonia e fiquei esperando que ela me respondesse até o fim da semana. Na sexta-feira, ela ainda não tinha respondido se estava ok a nossa visita, ou não. Tinha esperança de que até sábado pela manhã ela me desse retorno, mas não deu.

Como sábado sempre é dia de festa na Casa, imaginei que estivesse tudo uma loucura pra eles e por isso ela não respondeu meu e-mail. Também deixei claro que se tivesse algum problema para eles receberem a gente naquele dia não ficaríamos chateados, porque entendemos que deve ser uma loucura organizar um casamento inteiro no dia. Então, sem resposta dela, acabamos não indo. O noivo ficou triste por não ter podido ir até lá, mas entendeu também. Achei tão fofo ele ficar ansioso pra conhecer a Casa! rs

Só no domingo recebi um e-mail dela dizendo que não teve festa no fim de semana, então ela aproveitou para tirar 5 dias de folga e viajou. Por isso não respondeu meu e-mail antes.
Enfim, tudo bem. Espero mesmo que ela tenha aproveitado a folguinha, porque organizar festa todo final de semana é pra detonar a vida social de qualquer ser humano!!

- O outro item da nossa lista era visitar o estúdio da Carolina Cattan (fotógrafa).

Bom, sendo extremamente sincera, não senti aquele negócio "Meu pai, tem que ser ela!" que eu achei que fosse sentir quando achasse minha fotógrafa.

Por outro lado, vi alguns álbuns dela e achei as fotos muito bonitas, um trabalho realmente muito bem feito e detalhista. Não encontrei uma única foto sequer que fosse posada! O que, pra mim, já dá à ela 50% de chances de ser minha escolhida, porque abomino aquelas fotos da noiva segurando o bouquet ao lado do rosto. Eca, eca, eca!

Ficamos apenas 20 minutos no estúdio. Ela tinha um casamento pra cobrir no Largo do Arruda, e eu não quis atrapalhar. Apesar de ela não dar a entender nem por um momento que estava com pressa, achei melhor ser gentil, já que ela havia sido tão bacana com a gente ao abrir o estúdio num sábado, dia de trabalho para ela. Apesar do pouco tempo, foi uma visita produtiva.

Conversamos sobre o que a gente espera de um fotógrafo, sobre o Making of, álbum, etc. Ela é super tranquila - o que pode ser bom no dia do casamento, porque eu provavelmente estarei uma pilha!

Ela disse, inclusive, que nunca vende os álbuns antes do casamento. Disse que nem oferece, as pessoas que perguntam. O álbum que ela trabalha é feito nos Estados Unidos. Algumas noivas gostam dos que ela tem como mostruário e pedem para fazer. Então, ela manda fazer lá fora. Mas, ela mesma diz que por ser importado, e um produto de altíssima qualidade, é muito caro. Inclusive, indica outros lugares onde a gente pode ter um serviço bem aproximado, por um preço bem mais em conta. Achei isso muto legal da parte dela!

Também falamos sobre os valores. Ela tem um preço fixo para todas as noivas. O que muda é a forma de pagamento. E, olha, ela é muito tranquila em relação à isso. Nos ofereceu algumas formas de pagamento, e disse que se tivermos outra proposta podemos conversar. Tudo acertado em contrato, direitinho, como manda o figurino!

O noivo gostou. Por ele a gente fecha com ela. Mas, ainda não me decidi. Mesmo gostando dela, ainda quero conhecer outros profissionais. Nem que seja para ter certeza de que ela é a escolha perfeita.

As noivas que quiserem saber detalhes específicos sobre a vista à Carol, deixem comentários com e-mail pra eu responder, ok?

Saindo da esfera casamentícia, na saída do estúdio fomos visitar minha mamis, que trabalha lá pertinho, pra tomar um café e falar adivinha do quê? CASAMENTO, claro! Só falo nisso, ultimamente! Será que estou virando uma pessoa limitada? Arebaguandi!

Mais tarde fomos à uma festa de aniversário no Grajaú. E como um amigo meu diz, aquilo lá é terra de Minotauro e foi projetado para as pessoas se perderem. Caramba, levamos uma hora pra conseguir um táxi e quando conseguimos, adivinha só? Ele ainda se perdeu!

Bitocas!

2 comentários:

Jackeline Mota 23 de junho de 2009 17:32  

Ai, esse negocio de data é fogo...eu tb descobri agora que o meu dia vai ser lua minguantye e nao cheia como eu queria. Só que eu já contratei quase tudo. Portanto mudar, fica impossível =o(
Boa sorte rpa vcs,querida.
beijinhos,

beijodepracinha 9 de setembro de 2009 15:31  

Eu fechei com Camilla e Leandro. Gostei deles, mas ressalto que a Camilla fotografa melhor. MAs depois conversei com o John Kirchhofer, nao sei se voce conhece. Ele me passou uma confianca tao grande por email que eu quase troquei! Tem fotos muito belas tbm. Mas acho que se voce fechar com a Carol Cattan, é certeza de fotos lindas. O trabalho dela é muito bom!

Noivas Online