"Personagens do meu livro de memórias"

>> quarta-feira, 24 de novembro de 2010

(texto postado originalmente no dia 08/11/2010)
 
Essa foi a música de entrada dos nossos padrinhos e pais (pai do noiva + mãe da noiva, terão um post só pra eles). E eu não consigo deixar de me emocionar a cada vez que ouço. Agora mesmo, escrevendo esse post, vendo as fotos deles e deixando a música tocar, choro igual criança.
Ver nossos padrinhos emocionados, sabendo que aquela música foi escolhida especialmente para eles, não tem preço.

"Entre todos os amores e amigos, de você, me lembro mais. De você, não esqueço jamais."

A mais absoluta verdade! Sobre os pais a gente não precisa nem dizer nada, não é? Vamos economizar palavras. Eles são simplesmente as pessoas mais importantes nas nossas vidas. Ponto pacífico.

Nossos padrinhos foram escolhidos à dedo. Desde o início do namoro, mesmo antes de resolvermos nos casar, uns cinco anos atrás, sempre dissemos que "se casássemos", nossas madrinhas seriam nossas irmãs. O mesmo quando tivermos nossos filhos ( e vai ser uma briga, porque não pretendemos ter 4 filhos, jamais! rs). Simplesmente porque achamos que madrinhas são pessoas que precisam entender a nossa alma. Pessoas que nos apóiam não importa o que aconteça. Pessoas que torcem de verdade pela nossa felicidade, que podem nos aconselhar com propriedade, nos puxar pra realidade quando for necessário, nos dar bronca, sorrir e chorar com a gente. E as únicas pessoas que temos absoluta certeza que podem exercer esses papéis, além dos nossos pais, são as nossas irmãs.

Junto com elas, precisávamos de homens fortes. Homens dos quais nos orgulhamos. Homens que tem papéis importantes na nossa vida e nas vidas de quem amamos. Homens que cresceram conosco. E não digo apenas crescer na estatura, não. Mas também, homens que cresceram conosco na vida. Que nos ensinaram (e ainda ensianam) lições, nos deram a mão quando precisamos, às vezes até sem saber (Sérgio, essa foi pra você! :-)). Homens que fazemos questão de ter ao nosso lado pra sempre, pelos mais variados motivos. Esses eram os homens que precisávamos. E por muita sorte, eles existem pra nós!

Enfim, nunca poderíamos ter escolhido outras pessoas, senão, eles:

Sérgio e Sheila

O Sérgio foi a pessoa que me deu a mão quando precisei pela primeira vez, aos 13 anos. Era quase 20 anos mais velho que eu, e ainda assim foi meu melhor amigo. Talvez ele nem saiba, mas foi o responsável pela minha recuperação num momento muito delicado da minha vida. Agradeço à Deus todos os dias por  tê-lo por perto.

A Sheila é minha irmã mais velha. É a pessoa em quem eu me espelhava quando era criança. Queria ser igual à ela. Forte, amiga, decidida. Ela foi meu exemplo. Amo demais. Muito mais do que as palavras podem dizer.

João Henrique e Érica

O João tem esse sorriso bonitão aí que vocês estão vendo. Um sorriso que ilumina tudo! É um dos melhores amigos do Rafa, uma pessoa da qual ele se orgulha  muito. Já disse e repito: quem faz meu marido feliz, me faz feliz também. Por isso, AMO essa pessoa!

A Érica é a irmã mais velha do Rafa. A pessoa mais generosa que eu conheço. Faz tudo pelos pais, pelos irmãos, é a irmã mais velha perfeita. A que todo mundo gostaria de ter. Morro de orgulho dessa cunhada!

Paul e Andressa

O Paul é difícil de descrever... Já me surpreendeu pegando um avião de Londres pro Rio no dia seguinte que eu disse precisar da ajuda dele. Preciso dizer mais? É quase um pai pra mim. Não consigo imaginar minha vida sem ele.

A Andressa é a minha irmã mais nova. A mulher mais corajosa que eu conheço. Forte e ao mesmo tempo delicada. Emotiva, chorona e carinhosa. Ela é a filha que eu queria ser. É a minha boneca. Não aguento pensar que alguém pode fazer mal à ela!


Daniel e Bruna




O Daniel é um palhaço! rs E sabe aquela pessoa que a gente quer ter perto quando está mal, porque faz todas as dores desaparecerem? É ele! Nasceu primo do Rafa, mas foi por engano. Tenho certeza que era pra serem irmãos, mas na hora a cegonha se enganou! É desde sempre o melhor amigo do meu marido com absoluta certeza! E eu sei que um faria qualquer coisa pra ver o outro feliz. 

Bruna é a irmã mais nova do Rafa. Nunca vi dois irmãos implicarem tanto um com o outro!! Mas aí quando vejo o Rafa preocupado com qualquer coisa que aconteça com ela, e vice-versa, entendo que tudo isso é amor. É amor que eles não conseguem medir.

Essas são pessoas que escolhemos para nossos padrinhos de casamento. Algumas das pessoas que a gente mais ama e confia. Em troca de todo o carinho que recebemos deles, desejamos todos os dias que eles tenham o dobro da nossa felicidade, sempre!

"Desenhos que a vida vai fazendo
Desbotam alguns, uns ficam iguais
Entre corações que tenho tatuados
De você me lembro mais
De você, não esqueço jamais..."
♥♥♥

1 comentários:

Fernanda 24 de novembro de 2010 10:12  

Oi Michelle!! Me emocionei muito com esse post.
Lindo a descrição de cada "casal" ...
Adorei a ideia da música, mas será que ela fica mt pequena pra muitos padrinhos? rs
Eu não sei o tempo que tem que ter em média cada música...

Bjus.


*Passo aqui todo dia já! rsrs

Noivas Online